O que dar ás nossas crianças quando estão doentes?

No outro dia fui as urgências de pediatria. Metade das crianças (ou mais) estava com febre e tosse. Pelo menos a metade dessas crianças lhes foi dado um iogurte dos “mais saborosos” e daquelas pastas/sumos que hoje em dia está muito na moda e é super prático.

Já leram os ingredientes que estes produtos contêm?

As propriedades do iogurte, no Ayurveda, é que bloqueia os canais, produz mucosidade, faz o corpo ficar frio. Acham mesmo que quando estamos com tosse, congestionados, com febre o iogurte vai ajudar?

É uma questão de estar atentos a nós próprios, quando estamos com esses sintomas, comer um iogurte e sentir como o corpo reage – os sintomas vão piorar (melhor não experimentar no filho…).
Então se o iogurte tiver açucares refinados e conservantes, vai aumentar a acidez do corpo e assim aumentar o processo inflamatório, o que vai piorar ainda mais a saúde da criança.

No caso dos sumos/pastas que se dá, tive a necessidade de tirar uma fotografia com os ingredientes. Não diz a percentagem de açúcar, nem de sumo concentrado de beterraba, entre outras coisas…

Se queremos alimentos fáceis e rápidos de preparar, mas também saudáveis, pelo menos quando estão doentes para evitar os antibióticos e se tratarem mais rapidamente, sugiro optar pelas frutas cozidas, que demora 3 minutos a descascar, cortar e colocar a cozer. Os flocos, hoje em dias há vários tipos de flocos, cozer em água (fica mais leve e fácil de digerir), podemos esmagar com a varinha mágica se necessário. Para quem gosta de mais doce, adocicar com o melaço de cana.

É utilizado para a febre, dá força, tem vários tipos de vitaminas, ferro, etc. Também se pode utilizar o mel, principalmente se temos expectoração. Especiarias como a canela ajuda na expectoração, a noz-de-moscada ajuda a relaxar, uma pitada de gengibre, para além de ajudar na expectoração, é anti-inflamatório e ajuda a reduzir a febre. É importante utilizar todas as especiarias em pouca quantidade, mas vão ajudar na digestão e a melhorar o sabor.
Evitar comidas pesadas, empacotadas e congeladas.

Sopas, legumes cozidos, canja, kitchiri (receita escrita num post anterior) – isto são comidas leves, mas também rápidas de confeccionar.
Pois com os dias de hoje, em que tudo acontece muito rapidamente e há muito trabalho, sugiro algo rápido, prático, mas que não nos esqueçamos da saúde ?